Quem sou eu

Minha foto
Poeta - escritor - cronista - produtor cultural. Professor de Português e Literaturas. Especialista em Estudos Literários pela FEUC. Especialista em Literaturas Portuguesa e Africanas pela Faculdade de Letras da UFRJ. Mestre em Literatura Portuguesa pela UFRJ. Nascido em Goiás, na cidade de Rio Verde. Casado. Pai de três filhos.

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Ícaros - Poema de Erivelto Reis

Ícaros
Erivelto Reis

Somos todos feitos dos mesmos átomos,
Do mesmo carbono,
Da mesma areia.
E em cada um de nós há diamantes de quilates
Infinitos de gentilezas inimagináveis,
De carinhos incalculáveis.
Somos feitos da mesma matéria que 
Compõe os anjos, as auréolas e os poemas
Nossos dilemas se estruturam com
O teatro do lúdico e do drama
Que encenamos ou que somatizamos...
Com fígados, artérias e olheiras.
Não nos diferimos por nossa existência,
Conveniências ou conivências
Nos assemelhamos por medos
Desenredos e incertezas!
Por alma, coração e porque
Sobre as nossas mesas
Pousamos as redomas que protegem (nos)
Dos sonhos que já realizamos.
O aluno é um mestre em gestação,
O mestre é o aluno do futuro
De cada geração...
Por isso o exemplo e a esperança permanecem,
Por isso a imagem que temos de nós mesmos
Não corresponde, ainda, a todo o bem que ainda faremos.
Estamos no caminho:
As asas já estão atadas!
É a chave dos céus de sobre
O labirinto o que queremos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário