Quem sou eu

Minha foto
Poeta - escritor - cronista - produtor cultural. Professor de Português e Literaturas. Especialista em Estudos Literários pela FEUC. Especialista em Literaturas Portuguesa e Africanas pela Faculdade de Letras da UFRJ. Mestre em Literatura Portuguesa pela UFRJ. Nascido em Goiás, na cidade de Rio Verde. Casado. Pai de três filhos.

sábado, 12 de agosto de 2017

Poema: "Pensamento Primitivo", Erivelto Reis

Pensamento Primitivo

Erivelto Reis

Nas páginas dos livros únicos que escreveste
Nas eternas lições que ensinaste
Aprendi a ler o mundo do jeito
Que me foi possível.
O nosso desencontro
Foi um capítulo terrível
E a lembrança
Nem sequer pode servir
Como prólogo, epílogo lenitivo.
É uma bobagem pensar em datas
Quando a saudade
É um cronograma que maltrata...
A vida é breve quando se
A vida é longa quando (...)
Não se sabe que se foi
E amarga
Ao se descobrir o quanto
A felicidade preenchia sua vida...
Parece que herdei o peso de toda a tua idade
De uma vez só, desde o dia em que partiste.
Abri os olhos
Vi uma fresta de luz na janela:
O dia raiava sereno,
Desperto de meus sonhos,
Envolto em pensamentos,
Dentro de mim, cada dia mais,
Anoitecia.

Eu era feliz... e eu sabia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário