Quem sou eu

Minha foto
Poeta - escritor - cronista - produtor cultural. Professor de Português e Literaturas. Especialista em Estudos Literários pela FEUC. Especialista em Literaturas Portuguesa e Africanas pela Faculdade de Letras da UFRJ. Mestre em Literatura Portuguesa pela UFRJ. Nascido em Goiás, na cidade de Rio Verde. Casado. Pai de três filhos.

domingo, 6 de outubro de 2013

Poema: "Gota" - Erivelto Reis



GOTA
Erivelto Reis

São lugares que o amor não toca:
As pedras
As portas
Os traumas
Os outros ele troca
Tranca
Escancara
Os outros ele alcança
Mergulha
Inunda
Aprofunda
Orvalha
O amor é um sentimento
Laico, louco, lúdico, sacro
Baumanamente líquido
Labareda aquática
Úmido,
Volátil
Neutro
Concentrado
O amor tem que ser regado
Gotejado,
Desaguado
Enxurrado
Molhado
Semeado
Cultivado
O amor tem que ser incendiado
Plantado
Pra poder pegar...

Um comentário:

  1. Bravo!
    O amor é como uma planta, que merece ser cuidada para que se torne uma árvore frutífera, mas para que cresça é preciso que alguém as regue, porém
    tem sempre um despreocupado que a corta pela raiz.
    Parabéns admiro seu trabalho Professor. Aluna Thaynar Pimentel

    ResponderExcluir