Quem sou eu

Minha foto
Poeta - escritor - cronista - produtor cultural. Professor de Português e Literaturas. Especialista em Estudos Literários pela FEUC. Especialista em Literaturas Portuguesa e Africanas pela Faculdade de Letras da UFRJ. Mestre em Literatura Portuguesa pela UFRJ. Nascido em Goiás, na cidade de Rio Verde. Casado. Pai de três filhos.

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Poema: "Passo!"


Passo!
Erivelto Reis

Sou do grupo das pessoas
Que, em silêncio, anseiam por socorro...
Desesperadas cerram as pálpebras:
Às quais as quase lágrimas e rugas
Dançam monocórdica valsa
No rosto lúgubre, palco
Da infame necessidade
De não dar um “ai”.
Sou assim, não reclame.
Sou do grupo das pessoas
Que andam tão sozinhas
Insones – ainda quando dormem!
Que em sonhos vão
A lugares onde nunca estiveram
Encontrar pessoas que já conheceram
Ou que nunca viram...
Que, mortas, caminham!
Que, vivas, sucumbem,
Que materializam luz e espírito
Na energia que propagam.
Sou esse tipo de pessoa:
Uma consciência rígida
Moldada na brasa, na lava
No fogo de todos os desejos
E de todos os medos que
A vida coloca no jogo.
Blefo passo perco...
Fecha-se o cerco.
A carta não vem, a conta não fecha,
Apaga-se a luz, o disjuntor desarma,
Arma-se a trégua...
De nada adianta, por mais que me doa,
Desenho-me à mingua...
Sou do grupo de pessoas
Que morrem com o grito preso na garganta
Com a palavra presa na ponta da língua.


Nenhum comentário:

Postar um comentário